Usando o Linux para acessar a Internet: 

Ou parando de se preocupar com virus!

 

Ajude-nos a manter esta página. Clique nos anunciantes!

O que são vírus de computador? Como os vírus de computador se disseminavam até bem pouco tempo?  

Até bem pouco tempo atrás (cerca de dois, três anos) nossa preocupação se restringia a ter cuidados com os disquetes que vinham de amigos e, colocados, podiam infectar nosso computador. Hoje novas maneiras foram difundidas porque nosso velho disquete está em fase de extinção!

Isto acontecia porque os virus sempre (ontem e hoje) se instalam quando executamos um código: seja esse código um programa ou um arquivo que ao ser lido executa uma instrução (macro).

O que fazer, então, para nos protegermos?

Acredito que todos já leram artigos alertando para NÃO abrir páginas que não conhecem, para NÃO abrir emails de pessoas que não conhecem... NÃO isto, NÃO aquilo...

Mas o que a internet tem de melhor é exatamente a descoberta do desconhecido, a leitura de emails que podem te interessar.

Contudo se nos esquecermos dos alertas e sairmos abrindo tudo que é página, tudo que é email, não dou um dia para algum vírus ir para seu HD, mesmo com um antivírus atualizado, firewall e etc.

Existe alguma solução?

Lá em cima afirmei que toda contaminação se dá ao ser executado um código. O Windows é ótimo para isto porque um usuário normal não consegue saber TODOS os programas (vamos chamar assim por falta de um nome melhor) que estão sendo executados. Não é o escopo deste artigo ensinar como descobrir como um vírus é executado ou como é criado: nossa intenção é ensinar como evitá-los.

Voltando: o Windows é ótimo para os vírus porque além dos numerosos e ruidosos furos de segurança é impossível para 99% dos usuários saber o que está sendo executado.

Opa! Já começamos a visualizar uma solução: evitar que códigos sejam executados sem nosso conhecimento!

Só que no Windows isto é impossível. Você abre uma página na internet e esta página pode executar inúmeros códigos em Java ou Flash ou lá o que se descubra mais. Abrimos um email e crentes que estamos abrindo uma foto estamos, na verdade, instalando um código que permite que tudo o que escrevemos ou o mouse clica seja enviado não sei pra onde...

Sim já entendi! Mas existe solução?

Deveríamos poder executar um sistema operacional que nos permitisse restringir a gravação ao HD pois, tudo que é vírus, precisa gravar alguma coisa no HD para ser executado novamente mais tarde. No Windows não conheço mas o Linux tem certas distribuições que podem ser executadas diretamente a partir de um CD!

Ah! Eu sabia! Mais um fã do Linux! Mas se eu não sei nem mexer no Windows, como vou instalar um Linux?

Fácil! No Brasil existe uma distribuição chamada Kurumin que pode ser gravada num CD (ou mesmo um mini-cd) e ser executada a partir de um boot no seu computador. Nada vai ser gravado no seu HD. Arquivos temporários serão gravados numa região da memória RAM e, lógicamente, serão apagados completamente quando o computador for desligado. Lógico que no CD nada poderá ser gravado (afinal é um CD).

Onde conseguir o Kurumin?

O Kurumin é uma excelente idéia (obrigado Morimoto!) e maiores informações e downloads podem ser obtidos em http://www.guiadohardware.net/kurumin/

Ao ser iniciado o Kurumin já tem leitores de email e browsers para internet totalmente funcionais. Somente lembramos que, por não gravar nada permanente no HD, nada é guardado entre um boot e outro (aliás aí é que está sua segurança) e todas as configurações de seu leitor de email (por exemplo) devem ser refeitas no ínicio.

Dentro de alguns dias vamos continuar este artigo mostrando mais detalhes de como executar o Kurumin. Até lá!

 


© 2004 AD-INFO Consultoria em Informática